Estudo mostra que uma das luas de Saturno pode sustentar vida

A lua Titã, de Saturno, é um dos mais belos cartões postais do Sistema Solar. Com tamanho para ser planeta de médio porte, ela possui uma atmosfera relativamente densa e um ciclo de chuvas, mares, lagos e rios — a exemplo do nosso belo planeta.

Titã sempre foi rodeada de mistérios, os cientistas sempre propuseram que há um grande potencial de haver vida escondida nos mares de Titã.

Titã é a maior lua de Saturno. Nela existem algumas semelhanças marcantes com nosso planeta.

Titã é o único outro corpo em nosso sistema solar, que possui líquido fluindo na superfície. Os oceanos, rios, lagos e mares de Titã, são compostos de metano e etano.

Em Titã também encontramos muita água. Infelizmente, com a temperatura média de -178º Celsius, ou seja, a água está congelada.

Um estudo recente descobriu outra semelhança entre Titã e a Terra. Um novo estudo da Universidade de Cornell, mostrou que Titã pode ter os componentes necessários para formação da vida.

Os dados do estudo usados, foram recolhidos a partir da NASA Cassini-Huygens. Cassini-Huygens é um ambicioso estudo de Saturno e suas luas.

Os pesquisadores de Cornell, descobriram que a atmosfera de Titã contém cianeto de hidrogênio. Cianureto de hidrogênio, ou HCN, é um composto muito importante para a vida pré-biótica.

O HCN poderia reagir com outras substâncias químicas na atmosfera do planeta para criar um polímero chamado poliimida. Com a temperatura existente em Titã, a poliimida poderia apoiar a evolução microbiana.

Os cientistas estão sendo cautelosos sobre suas descobertas. Segundo o relatório, isso só mostra que pode haver potencial para a vida.

A equipe da Cornell vai continuar a realizar experiências aqui na Terra, usando condições semelhantes a de Titã. Eles esperam ter uma melhor compreensão do potencial de formação de vida nesta lua fascinante.

Fonte: universointeligente

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.