Conheça a história bizarra do homem que pensava ser controlado por seus próprios dentes

0
3

Manipuladores verdadeiramente são ótimos para criarem suas situações, atuando em diversos planos da vida.

Seja um amigo ou até mesmo um colega de trabalho, sempre existem aquelas pessoas que, para o bem ou para o mal, conseguem influenciar o próximo, mesmo sabendo que, quando a influência afeta as escolhas pessoais do outro, insistem em fazê-lo.

Tudo acaba por fugir do controle da pessoa por causa da manipulação em questão e foi exatamente isso que “aparentemente” teria acontecido com esse homem, sobre quem iremos falar nessa matéria. Conheça a história impressionante do homem que pensava ser controlado por seus próprios dentes:

Um caso recente ganhou a atenção do mundo todo após ser publicado no periódico Biological Psychiatry, em que um homem supostamente acreditava ser “controlado pelos seus próprio dentes”.

Tudo começou quando o indiano de 58 anos chegou ao ambulatório com uma sensação esquisita, a que o próprio dizia que os movimentos de seu corpo eram involuntários. De início ele acreditava que era uma força “sobrenatural” que estava fazendo ele sofrer essa sensação, porém afirmou que a experiência parecia muito mais real para ele do que poderia imaginar.

Segundo a história do homem, ele teria algum tipo de desentendimento com os irmãos, ao mesmo tempo em que haveria feito um tratamento de canal há 30 anos. Nesse “tratamento” os irmãos teriam instalado um aparelho que tinha o objetivo de controlar seus movimentos e fazê-lo suicidar-se no fim.

Ele afirmava que a maior instabilidade vinha de sua boca, pois a mesma apresentava barulhos de máquina e por várias vezes ele sentia perder o controle de seu próprio corpo.

Acontece que uma ressonância magnética acabou por revelar que não havia nada nos dentes do homem, mas sim em seu cérebro. Conforme os relatórios médicos, o córtex insular, responsável pela autoconsciência, encontrava-se extremamente danificado e parcialmente atrofiado, o que provocava essa sensação no homem.

Com a atrofia ele haveria perdido o movimento de seu próprio corpo, levando ao sentimento de perde de controle sobre sua vida. Por consequência ele teria criado a história de que os irmãos estavam controlando seu corpo, mas segundo os relatórios todos movimentos eram voluntários, acreditando ele nisso ou não.

Por essa história podemos perceber que, muitas vezes, nossos manipuladores podem ser nós mesmos quando não buscamos uma ajuda profissional ou um meio de reestabelecer o controle de nossas vidas de uma maneira saudável e inteligente.

Fonte: Misterios do mundo

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.