Cãibras noturnas nas pernas? Te mostramos as razões e te presenteamos com as soluções

0
3

Se alguma vez você esteve no ápice de uma “cãibra”, sabe que existem poucas sensações mais incômodas.

Todos entendemos o que se sente ao experimentar uma simples dor, do tipo de dor que se obtém por um tropeço, ou um corte ao se barbear. É impactante e irritante, mas, em geral, desaparece muito rapidamente.

As cãibras, é claro, são outra história.

Por ser causada por espasmos musculares, a dor não some de imediato, se retorce, aumenta e te surpreende de novo quando menos se espera. O pior de tudo, você se sente impotente. Se já experimentou a tensão muscular, talvez seja capaz de alongar os músculos para solucioná-la, mas, o que acontece quando o espasmo é totalmente por acaso?

Esse é o problema com o infame “Charley horse (cãibra)”, que é um termo coloquial em inglês para se referir a um espasmo muscular que é produzido nas pernas ou nos pés, quase sempre no meio da noite.

É absurdamente incômodo – mas, felizmente, não durará muito tempo, porque há muitas maneiras de identificar o que está causando e rastrear a solução perfeita!

Você sempre tem cãibras nas pernas?

O que são as cãibras nas pernas?

Uma cãibra na perna é um espasmo muscular doloroso na panturrilha ou no pés, de acordo com WebMD.

Em inglês chamam de “Charley Horse” porque a sensação de cãibra se assemelha a receber um “coice de cavalo” no quadríceps.

Em geral, a maioria das pessoas sentem estas sensações dolorosas pela noite e, quase sempre, quando se aproxima a hora de acordar.

Algo em relação a um movimento, entre o sono e a vigília, parece desencadear os espasmos musculares.

O que provoca a cãibra nas penas?

Causa # 1: A desidratação

Outra das principais causas das cãibras? Desidratação.

Pode ser que você não esteja bebendo água suficiente, ou que esteja suando demais sob o sol, ou em uma esteira, quando se perde água também se perdem eletrólitos.

Os eletrólitos ajudam a controlar as contrações musculares e os impulsos, e quando você ficar esgotado, pode sentir espasmos em maior intensidade que o habitual.

Causa # 2: Você tem frio

Esta é dificílima, porque muitos de nós gostamos de sentir um pouco de frio enquanto dormimos e, de fato, é melhor para o nosso ciclo de sono ter uma temperatura mais baixa no quarto.

Desta forma, se você abrir um pouco a janela, ou ligar o ventilador, garanta que suas pernas estejam cobertas.

Não está totalmente claro por que o frio causa cãibras, mas pode estar relacionado ao fato de que as temperaturas baixas provocam a contração dos músculos e seu endurecimento, tornando-os inflexíveis.

Causa # 3: Em pé o dia todo

Se você trabalha em pé o dia todo, que é essencialmente o mesmo que se exercitar, exceto que, é menos provável que você se alongue com antecedência.

Em pé o dia todo e carregar objetos pesados podem esgotar as pernas e tensionar os mesmos músculos durante o dia todo, e isso aumenta as possibilidades de ter cãibras posteriormente.

Isto se duplica se você está em pé com salto alto, como muitas vendedoras fazem.

Causa # 4: Exercício

É compreensível que o exercício possa causar reflexos nos músculos posteriormente.

Exercício a longo prazo é uma boa coisa, já que endurece os músculos e os torna menos suscetíveis às cãibras.

Dessa forma, nas horas posteriores ao exercício, pode ser que você fique mais vulnerável devido à fadiga e a dor muscular depois de se exercitar.

Como prevenir as cãibras nas pernas?

Solução # 1: Pegar uma barra de sabão

Você buscava um verdadeiro mistério da medicina? Porque temos um.

Ninguém sabe por quê, mas milhares juram que nada soluciona melhor as cãibras noturnas como enfiar uma barra de sabão entre o colchão e o lençol de baixo.

Não parece ter uma marca em particular que seja mais eficiente que as demais, e um montão de pessoas pensam que é apenas um efeito placebo.

Temos escutado a história do cachorro com artrite que colheu os benefícios do sabão depois de dormir na cama do seu dono, no entanto, nos inclinamos a pensar que existe algo real nisto.

Solução # 2: Tomar um banho quente

Existe uma razão pela qual chamamos “aquecimento”, esses alongamentos saudáveis anteriores ao treinamento.

Na verdade os músculos funcionam melhor quando estão quentes, e ao tomar um banho quente pode ser a solução para aliviar a dor nos músculos, além de que, a pressão da água pode funcionar como uma massagem.

É claro, enquanto o calor e a umidade te ajudarão sem importar o que, poderia ser ainda melhor se você molhar só a parte afetada, ou tomar um banho onde não coloque pressão adicional sobre o músculo.

Solução # 3: Beber suco de picles

Já posso escutar alguém dizer: “que nojo!” – mas tenha paciência neste caso.

O suco de picles está cheio de sal, que é uma das primeiras coisas que perdemos quando suamos.

A reintrodução de um pouco de sal, açúcar e vinagre pode ajudar o corpo a repor os micronutrientes perdidos e melhorar sua capacidade para controlar as contrações musculares.

Solução # 4: Comer uma banana

Este é o velho truque que as bailarinas seguem rigorosamente e, dado a intensidade dos seus treinamentos, provavelmente sabem uma ou duas coisas sobre as cãibras musculares.

Se você sente cãibra ou tem medo de sofrer uma, coma uma banana! Esta fruta saborosa está cheia de potássio, que é outro micronutriente responsável por ajudar os músculos a se contrair e se mexer sem dor.

Algum destes sintomas se parecem com algo que você está sentindo ou alguma pessoa que você conhece?

Se for assim, agora você já conhece a razão e tem as soluções. É claro, se os sintomas não desaparecem, o melhor sempre é consultar um médico.

Fontes: Perfeito

Comentários

comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.