Acho que boa parte dos Brasileiros tem! Harpaxofobia!

A Harpaxofobia é uma condição de saúde psicológica, mas ela até poderia ser encarada como algo comum pelos brasileiros, principalmente pelos que vivem atualmente em São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, onde os índices de criminalidade não param de subir!

A fobia é caracterizada pelo medo irracional de ladrões e de ser roubado. Essa sensação de pânico se manifesta até mesmo quando a pessoa não está em risco evidente de ser assaltada.

A origem da palavra vem do grego harpax, que significa arrebatar. A Harpaxofobia é uma doença que precisa ser tratada com acompanhamento profissional de psicólogo ou psiquiatra.

O paciente com esta fobia tem, em seu inconsciente, um acúmulo de emoções negativas, como medo, ansiedade e angústia. As pessoas que sofrem dessa doença têm uma ideia equivocada de que estão sempre correndo o risco de serem roubadas.

Tratamento

O tratamento psicológico tem o objetivo de fazer com que o paciente mude suas percepções e comece a superar o medo. Geralmente, a Harpaxofobia é causada por uma experiência negativa ou trauma do passado. A cura da doença está baseada em conseguir trocar associações negativas por associações positivas.

Os principais sintomas dessa fobia são: ansiedade, batimentos cardíacos acelerados, suor frio, tensão e até náuseas. Algumas pessoas também experimentam pensamento obsessivo, boca seca, respiração rápida, sudorese, dificuldade de comunicação e pernas trêmulas.

Todas as fobias podem ser causadas por fatores externos. É importante que o paciente relate ao médico qualquer evento traumático que possa ter vivenciado desde a infância.

Algumas fobias sociais são complexas e exigem tratamento de longo prazo. Os sintomas variam de pessoa para pessoa. Para alguns pacientes, os médicos podem receitar medicamentos específicos para controlar a ansiedade.

O tratamento também pode prever aconselhamento, hipnoterapia, psicoterapia e programação neurolinguística. Para um diagnóstico preciso, agende uma consulta com um especialista.

É importante tratar as fobias para não ter prejuízos sociais, profissionais e de relacionamentos.

Fonte: sitedecuriosidades

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.